Pular para o conteúdo

Qual o consumo de gás de cozinha por habitante?

  • por
Tempo de leitura: 1 minuto

A pandemia trouxe diversos contratempos ao cenário econômico brasileiro. As pessoas passaram a ficar mais tempo em casa ou devido à quarentena ou porque perderam seus empregos. O desemprego fez com que muitos buscassem o sustento através da produção caseira de alimentos para vendas, como bolos, brigadeiros, salgados, etc. Outros aumentaram o consumo de alimentos cozidos assim contribuindo para o aumento de consumo de gás de cozinha também.

No Brasil, mais de 95% da população utiliza o GLP (Gás liquefeito de petróleo) cujo consumo por habitante é em média 4m³ (ou 3,2kg) por mês, o equivalente ao valor de aproximadamente R$33,00 em alguns Estados. Em residências onde há aparelhos como micro-ondas, forno elétrico e grill, por exemplo, o consumo mensal de GLP por pessoa acaba sendo menor do que entre as famílias de baixa renda.

Produto essencial na cozinha das famílias brasileiras, o GLP vendido em botijões (P13kg) alcançou um maior nível de consumo durante a pandemia, mesmo com os constantes aumentos de preço nos últimos 12 meses. A população de baixa renda, no entanto é a maior consumidora de gás de cozinha e, portanto, a que sofre mais impacto com a alta dos preços praticados pelo mercado. 

O seu uso é tão importante quanto ter alimentação, água e energia disponível, e é utilizado principalmente para cozinhar os alimentos.

Conheça a RevGás solução ideal para revendas de GLP

Agende uma demonstração aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

pt_BRPortuguês do Brasil